terça-feira, 2 de outubro de 2012

Implantes em Animais (Parte II)


Motala a Elefante


A história que hoje venho apresentar trata-se de uma Elefante com o nome de Motala.
No post passado mostrei a história de Molly, uma Pónei que teve de colocar uma prótese, antigamente quando um cavalo por exemplo se aleijava na pata, a maior parte das vezes era abatido por não ter maneira de se poder tratar (devido ao peso do animal), infelizmente hoje em dia isto ainda acontece bastantes vezes, tanto em cavalos de corrida cujo o seu único objetivo é de correr, e quando este objetivo não pode ser concretizado com sucesso, infelizmente o animal deixa de "servir".

Mas o post de hoje não se trata de um cavalo, mas sim de um elefante, o que se torna ainda menos provável a utilização de uma prótese, mas a verdade é que é possível.

Motala perdeu a sua pata esquerda quando pisou uma mina que se encontrava na fronteira entre a Tailêndia e Mianmar em 1999 (mais uma vez os animais pagam pelos erros dos homens).

Só em 2005, no Hospital Amigos dos Elefantes Asiático, é que lhe foi arranjada uma prótese à medida, como quando os veterinários lhe salvaram a pata esta ficou um pouco mais curta que as outras, esta prótese tem um enchimento especial de maneira a que a Elefante pudesse manter minimamente a sua altura normal sem grandes desequilíbrios.

Mais uma história que nos permite continuar a lutar por uma vida melhor para os nossos amigos e companheiros animais.
Como podemos perceber mais uma vez, a morte não é solução, é preciso vontade!

Para terminar aqui fica mais um vídeo, desta vez sobre Motala

Muito Obrigada,
Maria Marcos

1 comentário:

  1. muito lindo o teu blog.. amei... obrigado por me seguir! beijos e sucesso

    ResponderEliminar